Fabio Maca
diamonds-02.png

casamento

 

 
 

Gosto de participar da história de vida das pessoas e o casamento tem muito disso.

 
 

fotos Pedro Pinho

 
 
 
 
 
 

Não encaro como letras num envelope, mas como o primeiro momento da cerimônia e da festa, que chega aos convidados meses antes.


 
 
 
 

Para o trabalho dos convites, prefiro conhecer o casal pessoalmente. Sentir a química, saber quem são, como será a cerimônia, a festa, o after, para onde vão viajar depois, quem são hoje. Parece óbvio mas não é: não dá para criar algo para o casamento sem saber quem é que vai casar.


 
 
 

Neste processo, crio numa identidade completa e complexa, um set de letras exclusivas que vai dar origem ao convite em si, aos envelopes subscritos um a um e à outros materiais.

 
 

E viveram felizes para sempre.


 
 
 

 

PS.: Olha essa matéria da Glamour!

 

A Glamour falou com quem entende e faz casamentos para ajudar você a organizar o seu. São diquinhas de mudar a vida! É só clicar para ver!